O Prêmio Earthshot foi anunciado oficialmente em 31 de dezembro de 2019 como a primeira novidade da Royal Foundation (Fundação Real do Duque e da Duquesa de Cambridge) para 2020. A iniciativa é descrita como “o prêmio ambiental de maior prestígio da história“: uma década de ação para reparar centenas de anos de danos ao meio ambiente. Na época do Duque de Cambridge declarou:

A Terra está em um ponto crítico e enfrentamos uma escolha difícil: ou continuamos como estamos e danificamos nosso planeta de forma irreparável ou nos lembramos de nosso poder único como seres humanos e nossa capacidade contínua de liderar, inovar e resolver problemas. As pessoas podem realizar grandes coisas. Os próximos dez anos nos apresentam um de nossos maiores testes.

No mesmo dia, um vídeo foi publicado no canal oficial do Earthshot no Youtube (com legendas em português disponíveis):

Vídeo de lançamento do Eathshot Prize narrado pelo apresentador, escritor e naturalista, Sir David Attenborough

O Palácio de Kensington afirmou que o nome “Earthshot” foi inspirado no conceito dos “Moonshots”, que, desde o pouso na lua em 1969, eram sinônimo de metas ambiciosas e inovadoras:

Assim como o Moonshot que (o presidente dos EUA) John F. Kennedy propôs na década de 1960 catalisou novas tecnologias, como o scanner de ressonância magnética e as antenas parabólicas, os Earthshots pretendem lançar sua própria onda de ambição e inovação.

Entre 2018 e 2020, o Príncipe William e a equipe do projeto se reuniram com 60 organizações e instituições, além de inúmeros especialistas em todas as áreas de conservação ambiental e biodiversidade.

Em outubro de 2020, foi revelado que o Prêmio Earthshot é centrado em cinco objetivos simples, mas ambiciosos. Espera-se que, se os objetivos forem alcançados até 2030, a vida será melhor para todos e para as futuras gerações. As cinco áreas de foco são sustentadas por metas acordadas cientificamente, incluindo as Metas de Desenvolvimento Sustentável da ONU e outras medidas internacionalmente reconhecidas para ajudar a reparar o planeta. 

As categorias, especificadas pelo site oficial do Earthshot são:

CONSTRUIR UM MUNDO SEM RESÍDUOS

Até 2030, queremos construir um mundo sem resíduos, em que as sobras de um processo se tornem matéria-prima para outro – assim como acontece na natureza.

Vídeo oficial da categoria “Construir um Mundo sem Resíduos”, em inglês.

“O mundo que construímos não é assim; tudo que produzimos é descartado, prejudicando o nosso planeta. Mas temos a capacidade de construir algo melhor. Queremos eliminar o desperdício de alimentos, as embalagens de uso único, e inspirar uma nova geração de cidadãos, empresas e indústrias comprometidos com a reciclagem, o reuso e o reaproveitamento.

O Earthshot Prize vai premiar iniciativas que se destaquem em seus esforços para superar esse desafio. Serão contempladas organizações que eliminem  produtos e embalagens de uso único; cidades que reinventam seus sistemas de gestão de resíduos; e inovadores que deem nova vida a resíduos antes destinados a aterros. Queremos construir um sistema que possa se perpetuar para sempre, onde pessoas em todo mundo possam ter uma vida mais segura, saudável e feliz, sem resíduos”.

PROTEGER E RESTAURAR A NATUREZA

Até 2030, queremos garantir que, pela primeira vez na história da humanidade, a natureza passe a se expandir, em vez de contrair.

Vídeo oficial da categoria “Proteger e Restaurar a Natureza”, com legendas em português disponíveis.

“Espécies em todo o mundo estão ameaçadas de extinção pela perda de seus habitats, mas a destruição da natureza também ameaça a vida humana. As florestas e áreas verdes são essenciais para a saúde, ajudando a prevenir o aquecimento global e produzindo o oxigênio que respiramos. É preciso agir agora para proteger nosso futuro. Queremos preservar os habitats necessários à vida da fauna, desde florestas e campos até pântanos, lagos e rios.

O Prêmio Earthshot  vai premiar iniciativas que se destaquem em seus esforços para superar esse desafio. Serão contemplados ambientalistas que combatem a caça e o tráfico ilegais de animais; produtores rurais que criam oportunidades de emprego no manejo de áreas de conservação; e empresários que contribuem para a adoção em escala de soluções para o plantio de bilhões de árvores, garantindo a saúde e a segurança das futuras gerações”.

LIMPAR O AR QUE RESPIRAMOS

Até 2030, queremos garantir que todos possam respirar um ar puro e salubre, que atenda ou supere os padrões da Organização Mundial da Saúde.

Vídeo oficial da categoria “Limpar o Ar que Respiramos”, com legendas em português disponíveis.

“Milhões de crianças em todo o mundo respiram ar tóxico todos os dias, provocando inúmeras mortes evitáveis. Não nos conformamos com essa realidade – um ar mais puro e uma vida mais saudável estão ao nosso alcance. Queremos pôr fim aos meios de transporte ultrapassados e poluentes; remover a poluição do ar, aliando a tecnologia à natureza; e eliminar a queima de combustíveis fósseis, optando por fontes de energia 100% renováveis para todos – das grandes cidades às comunidades rurais.

O Earthshot vai premiar iniciativas que se destaquem em seus esforços para superar esse desafio. Serão contemplados inovadores que criam oportunidades de emprego nas áreas de transporte verde e energia limpa; empresas que removem mais poluentes do ar do que emitem; e cidades que possibilitam às pessoas se locomover ao trabalho e alimentar suas famílias sem poluir o ar que respiramos”.

RECUPERAR OS OCEANOS

Até 2030, queremos resgatar e preservar nossos oceanos para as futuras gerações.

Vídeo oficial da categoria “Recuperar os Oceanos”, com legendas em português disponíveis.

“O aquecimento a, poluição e as práticas pesqueiras insustentáveis têm provocado impactos devastadores nos oceanos, ameaçando a vida subaquática. Mas nesta década podemos resgatar a saúde de nossos oceanos. Não nos conformamos com um mundo onde tartarugas, golfinhos e recifes possam desaparecer dos nossos mares. Queremos inaugurar uma nova era em que todos usufruam dos oceanos de forma sustentável.

O Earthshot Prize vai premiar iniciativas que se destaquem em seus esforços para superar esse desafio. Serão contemplados inovadores que revolucionem nossos conhecimentos sobre a vida subaquática; lideranças que combatam práticas de pesca ilegais e insustentáveis; e técnicos que contribuam para a recuperação de recifes e busquem soluções para remover a poluição dos oceanos em escala global. Queremos um futuro onde nossos filhos possam desfrutar dos oceanos, e onde os oceanos continuem a sustentar e a enriquecer a vida na Terra”.

RESGATAR O CLIMA

Até 2030, queremos resgatar o nosso clima, eliminando as emissões de carbono: construindo uma economia neutra em carbono e que possibilite a prosperidade de todas as culturas, comunidades e países.

Vídeo oficial da categoria “Resgatar o Clima”, em inglês.

A presença de carbono na atmosfera tem provocado o aquecimento do planeta, ao ponto de ameaçar toda a vida na Terra. Mas não é tarde demais; se agirmos já, ainda é possível transformar o mundo em um lugar melhor e mais saudável para se viver. Vamos combater as mudanças climáticas removendo mais carbono da atmosfera do que emitimos, e garantindo que todos os países alcancem zero emissões líquidas de gases de efeito estufa. Construiremos sistemas de defesa para proteger os vulneráveis de desastres e crises climáticos.

O Earthshot Prize vai premiar iniciativas que se destaquem em seus esforços para superar esse desafio. Serão contempladas cidades ou países que zerarem suas emissões líquidas; líderes mundias que gerarem milhões de empregos na economia neutra em carbono; e técnicos que contribuam para a remoção do carbono da atmosfera em escala global, protegendo a vida humana e a natureza. Queremos resgatar o nosso clima para que a vida em todas suas formas possa se perpetuar, nesta e nas próximas gerações.

Todos os anos, de 2021 a 2030, o Duque de Cambridge e o Prêmio Earthshot, que possui membros nos seis continentes do planeta, premiará com um milhão de libras esterlinas o vencedor de cada uma das cinco categorias, cujas soluções baseadas em evidências façam o maior progresso em direção a esses objetivos.

Os 15 finalistas selecionados para cada categoria receberão apoio personalizado e oportunidades para ajudar a dimensionar seu trabalho, incluindo a conexão com uma rede de indivíduos e organizações com ideias semelhantes. 

A cerimônia de premiação acontecerá de forma anual em diferentes cidades em todo o mundo entre 2021 e 2030. A primeira acontecerá em Londres, no outono de 2021. 

As inscrições serão abertas em 1º de novembro de 2020.

As iniciativas podem ser indicadas por um dos parceiros da aliança global do projeto, entre eles o Greenpeace, a National Geographic Society, o Programa Ambiental da ONU e a WWF. Uma rede de parceiros, que inclui instituições acadêmicas e sem fins lucrativos em todo o mundo, também pode indicar nomes. O site oficial do Earthshot garante que qualquer pessoa ou corporação com ideias criativas pode vencer e a voz de todos será ouvida:

Nossos prêmios recompensarão o progresso em todos os setores da indústria e da sociedade, não apenas na tecnologia. Os prêmios podem ser concedidos a uma ampla gama de indivíduos, equipes ou colaborações – cientistas, ativistas, economistas, líderes, governos, bancos, empresas, cidades e países – qualquer pessoa que esteja fazendo um desenvolvimento substancial ou uma contribuição notável para resolver nossos desafios ambientais. Os desafios serão uma chance para a voz de todos ser ouvida, queremos motivar e inspirar uma nova geração de pensadores, líderes e sonhadores.

O Conselho do Prêmio é composto por membros de diversos setores da sociedade, que têm histórico em trabalhos humanitários ou ambientais. O Brasil é representado pelo jogador de futebol Daniel Alves, do São Paulo Futebol Clube.

Confira a lista completa:

  • Sua Majestade, a Rainha Rania Al Abdullah (Jordânia);
  • Cate Blanchett – atriz, cineasta e ativista humanitária (Austrália);
  • Christiana Figueres – Ex-chefe do clima na ONU, responsável pelo histórico Acordo de Paris (Costa Rica);
  • Daniel Alves – jogador de futebol (Brasil);
  • Sir David Attenborough – apresentador de televisão, escritor e naturalista (Reino Unido);
  • Hindou Oumarou Ibrahim – ambientalista (Chade);
  • Indra Nooyi – executiva, ex-presidente e CEO da PepsiCo (EUA e Índia);
  • Jack Ma – filantropo, empresário e embaixador do UNSDG (China);
  • Naoko Yamazaki – ex-astronauta a bordo da Estação Espacial Internacional (Japão);
  • Ngozi Okonjo-Iweala – economista e especialista em desenvolvimento internacional (Nigéria);
  • Shakira – cantora e filantropa (Colômbia);
  • Yao Ming – membro do Hall da Fama do basquete e ambientalista (China).

A equipe de conselheiros será auxiliada por especialistas em cada categoria do projeto. De acordo com o Palácio de Kensington, nos próximos meses, com a expansão da coalização internacional de apoio ao Prêmio, serão anunciados novos membros do Conselho.

O Duque de Cambridge e os demais organizadores do Earthshot receberam elogios de inúmeros líderes e personalidades mundiais, como o ex Presidente dos Estados Unidos Barack Obama, a ex Secretária de Estado Hillary Clinton e diversos ex-primeiros-ministros do Reino Unido, além do atual, Boris Johnson.

Será preciso muita reflexão e inovação para salvar o planeta que temos – e é por isso que a liderança do @KensingtonRoyal em mudanças climáticas pode fazer uma diferença real”.
Não temos tempo a perder quando se trata de proteger nosso planeta para as futuras gerações. Envie suas maiores e mais ousadas ideias para @kensingtonroyal e @earthshotprize
http://earthshotprize.org.”
O @EarthshotPrize é uma iniciativa fantástica do @KensingtonRoyal, reunindo algumas das mentes mais brilhantes para encontrar soluções para alguns dos maiores problemas ambientais do mundo”.

A Família real britânica trabalha há décadas com questões ambientais. Nos anos de 1970, o Príncipe de Gales, Príncipe Charles, fez diversos discursos e tentou chamar atenção para o aquecimento global. O príncipe defende políticas e empresas eco friendly (eco amigáveis) para garantir o desenvolvimento sustentável.

Antes da aposentadoria, em 2017, o Duque de Edinburgh também apoiou ações ambientais por muitos anos, embora menos efetivamente que o filho Charles. O Príncipe William declarou que o pai e o avô são as grandes inspirações dele para o desenvolvimento do Earthshot.

Em 8 de outubro de 2020, o canal oficial do Prêmio Earthshot no Youtube publicou um vídeo intitulado 10 Years to Repair our Planet: Prince William, Sir David Attenborough & The Earthshot Prize Council (10 Anos para Reparar o Nosso Palneta: Príncipe William, Sir David Attenborough & O Conselho do Earthshot Prize), que contém mais informações sobre o prêmio, um conversa entre o Duque de Cambridge e Sir David Attenborough e chamadas de vídeo entre o Príncipe William e todos os membros do Conselho. O vídeo possui legendas em português disponíveis:

Vídeo com detalhes importantes sobre o Prêmio Earthshot, com legendas em português disponíveis.

Saiba mais sobe o Earthshot Prize no site oficial da premiação.

REFERÊNCIAS

BBC. Prince William and Sir David Attenborough join forces on ‘Earthshot’ prize. Disponível em: https://www.bbc.com/news/science-environment-54435638. Acesso em: 11 out. 2020.

BBC. Prince William launches Earthshot Prize. Disponível em: https://www.bbc.com/news/av/science-environment-54458206. Acesso em: 16 out. 2020.

GREEN MATTERS. What Is Prince William’s Earthshot Prize and How Will It Help the Environment?. Disponível em: https://www.greenmatters.com/p/what-is-prince-william-earthshot-prize-how-help-environment. Acesso em: 16 out. 2020.

NATURAL HISTORY MUSEUM. The Earthshot Prize: Prince William launches strategy to repair our planet. Disponível em: https://www.nhm.ac.uk/discover/news/2020/october/the-earthshot-prize-launches-repair-our-planet.html. Acesso em: 15 out. 2020.

OPPORTUNITIES FOR YOUTH. Introducing the Earthshot Prize. Disponível em: https://www.opportunitiesforyouth.org/2020/10/13/introducing-the-earthshot-prize. Acesso em: 14 out. 2020.

THE EARTHSHOT PRIZE. REPAIRING OUR PLANET. Disponível em: https://earthshotprize.org/. Acesso em: 15 out. 2020.

THE GUARDIAN. Earthshot prize: Prince William launches £50m drive to repair planet. Disponível em: https://www.theguardian.com/environment/2020/oct/08/earthshot-prize-prince-william-launches-50m-drive-to-repair-planet. Acesso em: 15 out. 2020.

THE ROYAL FOUNDATION. The Earthshot Prize. Disponível em: https://royalfoundation.com/programme/the-earthshot-prize/. Acesso em: 16 out. 2020.

WORLD ECONOMIC FORUM. Prince William launches prestigious ‘Earthshot Prize’ . Disponível em: https://www.weforum.org/agenda/2020/01/prince-william-earthshot-prize-environmental-challenges/. Acesso em: 16 out. 2020.